Todo ambiente fica mais bonito quando temos plantas na composição. Sejam casas, apartamentos, clínicas, lojas ou qualquer outro local, as plantas para ambientes internos transformam o espaço. Além de trazer benefícios à saúde.

Para muitos, não ter plantas se torna uma opção por conta da correria do dia a dia, falta de espaço e até por não saber exatamente como cuidar delas. Para facilitar, nós separamos dicas de cuidados com plantas para ambientes internos.

Acompanhe nossa matéria, assim você não terá mais dúvidas e poderá montar um lindo espaço verde:

1. Tire um tempo para pesquisar

Hoje em dia, a internet e os mecanismos de busca devem ser nossos aliados. Sempre que for comprar uma planta, tire um tempinho para pesquisar sobre ela. É importante saber qual a espécie, se ela precisa de mais sombra ou sol, rega frequente ou intercalada.

Assim, você terá mais informações de como cuidar da sua planta de forma correta, facilitando e organizando melhor seu tempo. Apesar de precisarem de cuidados simples, as plantas, como nós, são seres vivos e necessitam de atenção.

2. Cuide do solo de suas plantas

Se você adquirir sua planta em uma loja especializada, ela já virá em um solo preparado e adequado. Porém as plantas para ambientes internos, por estarem em vasos, podem precisar de fertilizantes e adubos para se desenvolverem com mais saúde.

É possível comprar fertilizantes solúveis e misturá-los na água antes de regar a planta. Existem também fertilizantes naturais que podem ser utilizados em casa, como a casca de ovo, rica em potássio e cálcio. Mais adiante vamos te explicar esses truques.

É necessário verificar a aplicação de fertilizantes para cada espécie. Em geral, a aplicação ocorre duas vezes no período de crescimento da planta.

3. Faça a rega corretamente

A rega é um dos pontos mais importantes para os cuidados das plantas, principalmente quando falamos de plantas para ambientes internos. Seja pela falta ou excesso, a rega ainda é um dos principais motivos das plantas morrerem.

A maioria das plantas precisa de solo úmido, não encharcado. Por isso a rega deve ser feita a cada 2 ou 3 dias. Mas atenção, é preciso fazer a rega de acordo com a espécie da planta, por isso pesquise antes ou converse com especialistas no momento da compra.

4. Deixe suas plantas na iluminação correta

Existem plantas que precisam de mais sol e outras que preferem a claridade indireta. Primeiro é importante identificar essa necessidade de acordo com cada espécie. Porém as plantas para ambientes internos preferem locais arejados e de claridade indireta. Opte por locais próximos a janelas ou cômodos que tenham incidência de sol em um momento do dia.

5. Faça a poda sempre que necessário

Tanto as plantas de solo e ambientes internos precisam de podas regulares. Isso ajuda no crescimento saudável. É importante identificar as necessidades de cada espécie, porém sem a poda correta, o crescimento pode ocorrer sem controle e causar danos às plantas.

Em alguns casos, galhos, folhas e ramos danificados ou mortos podem atrair insetos e pragas. Utilize uma tesoura pequena para aparar as folhas necessárias ou excessivas.

Leia também: 3 cuidados que você precisa ter ao escolher suas ferramentas de jardinagem

6. Alguns truques que podem te ajudar

Ter todas essas informações em mãos vai fazer com que você cuide corretamente de suas plantas para ambientes internos. Porém para ajudar ainda mais, separamos alguns truques que você pode colocar em prática em casa:

  • Afunde o dedo no solo: nossas mãos ainda são ferramentas extremamente eficientes. Você pode afundar o dedo no solo da sua planta para verificar a umidade da terra. Isso irá ajudar a identificar a necessidade de rega ou não;
  • Vaso com boa drenagem: o excesso de água pode fazer mal à planta. Verifique se o seu vaso tem furos para drenar a água. O material também interfere na absorção. Vasos de plástico, metal ou vidro absorvem menos água que vasos de cerâmica e argila. Se utilizar vasos sem drenagem, é importante saber a quantidade de água na rega, pois em excesso pode causar danos à planta.
  • Filtros de café podem ajudar: Você pode utilizar o filtro de café como auxílio na drenagem da água de seus vasos. Basta colocar o filtro no vaso e ele irá manter o solo no lugar e ajudar a drenar a água.
  • Manta: Contar com uma manta pode ajudar a evitar sujeiras ao regar as plantas, a reter os nutrientes delas e facilitar o cuidado diário.
  • Água de casca de ovo: Você pode utilizar uma opção bem caseira como fertilizante. Coloque as cascas de ovos na água, deixe de molho e utilize a mistura para regar as plantas. Essa é uma prática muito comum. Além de reutilizar o lixo, você nutre suas plantas com cálcio e potássio. Outras opções são os adubos e fertilizantes prontos, que também fornecem os nutrientes que a planta precisa – vale ficar atento, há um produto mais adequado para cada determinado grupo ou espécie de plantas.

7. Plantas para ambientes internos

Você deve estar se perguntando: Mas quais são as plantas para ambientes internos?

Fizemos uma lista de algumas espécies que você pode cultivar dentro de seus ambientes.

  • Samambaia
  • Zamioculca
  • Cactos
  • Suculentas
  • Pacová
  • Ráfia
  • Yuca
  • Palmeira Chameadórea
  • Comigo-ninguém-pode

Confira essas e outra plantas em nosso site aqui.

Além dessas opções, inúmeras outras espécies podem ser plantas para ambientes internos. É preciso ter atenção e os cuidados necessários, que elas vão deixar seu ambiente ainda mais bonito.

Com todas essas dicas, fica fácil ter uma planta em seu ambiente. Só deixar sua imaginação e criatividade aflorarem.